Quem somos

Meu cão ideal

Descubra qual raça ou perfil de cachorro combina mais com você

Escolhendo o cão ideal

Ser um tutor responsável começa antes mesmo do cão chegar na sua casa: a escolha de um cachorro que faça sentido para o seu dia a dia vai garantir uma qualidade de vida melhor para sua família e para o animal.

Ao fazer uma escolha planejada, você consegue avaliar melhor características importantes de um cão que se adaptará melhor à sua rotina. Afinal, você está se comprometendo a cuidar de um ser vivo que vai depender do seu amor e cuidado por toda sua vida.

Escolhendo o cãozinho certo, vocês viverão juntos e felizes por muitos anos. Responda as perguntas do nosso quiz para que a gente encontre a raça / o perfil de cão perfeito para você.

Quem preparou esse quiz

Importante!

Se a sua escolha for pela adoção de um cão de raça, antes de escolher a raça e o canil onde você irá adquirir seu filhote, temos ainda algumas questões para você conhecer e avaliar. Uma aquisição/adoção consciente aumenta muito as chances de que você tenha um cão de acordo com suas expectativas, e ainda fomenta o trabalho de criadores de qualidade, que priorizam o bem-estar dos cães e seus filhotes!

O primeiro deles é a cópia dos respectivos pedigrees, além da garantia em contrato, do pedigree de seu filhote, assim que for emitido. 

Basicamente, são dois os principais motivos de você exigir os pedigrees dos pais: o primeiro, é ter certeza de que você está fomentando uma criação na qual os cães são registrados, uma vez que sem conhecer os dados de ancestrais, o criador não tem como realizar um trabalho voltado para o melhoramento genético. Criadores que não registram seus cães não se preocupam com a qualidade da raça, e muito menos com a saúde: se preocupam somente com o lucro. 

O segundo motivo de conhecer os pedigrees dos pais antes da escolha do filhote, e receber cópias dos mesmos, é a possibilidade de avaliar os nomes de pais, avós e bisavós. Quanto mais nomes repetidos você encontrar ao comprar o pedigree materno e paterno, maior será o grau de consanguinidade do filhote, o que significa alto risco de diversas doenças diferentes.

Mesmo que a ninhada tenha sido separada da mãe por algum motivo (por exemplo, não está mais sendo amamentada), é essencial que os filhotes convivam entre si, e de preferência com a mãe e outros cães adultos, até os 60 dias de idade, no mínimo. Esta convivência é essencial para a construção da personalidade do cão, e irá prevenir problemas de comportamento futuros.

– o criador lhe fornecer a carteira de vacinação do filhote, com os selos das vacinas e carimbo/assinaturas de médicos veterinários

– o criador lhe fornecer a documentação do microchip que afirma ter colocado no filhote. ​

– concordar e tiver entendido todos os termos do contrato de compra e venda 

– juntamente com o filhote, você deverá receber  todos estes documentos, além de cópias dos pedigrees dos pais, juntamente a todos os exames de saúde realizados nos país antes da reprodução, além de laudos de testes de paternidade, quando realizados. 

Loading...

Matérias sobre este Quiz

Fique por dentro das nossas novidades e tenha acesso ao melhor conteúdo pet

Cadastre-se!

Woof — 2022 © Todos os direitos reservados.

GoApp Comércio Online de Produtos e Serviços para Animais de Estimação LTDA.
CNPJ nº 28.773.400/0001-59
Endereço: Rua Conde de Baependi, 93, Laranjeiras, Rio de Janeiro - RJ - CEP 22231-140
Contato: atendimento@backup.woof.pet